Seguidores

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

BBC - Hiroshima

Às 8h15 da manhã do dia 6 de Agosto de 1945, a primeira bomba atômica foi lançada sobre a cidade japonesa de Hiroshima. Uma jogada científica, tecnológica, militar e política - o ataque provou ser o momento que definiu o curso do século XX. Passado nas três semanas que vão das primeiras explosões teste no Novo México, à efetiva largada da bomba, Hiroshima leva os espectadores para a sala onde a crucial decisão política foi tomada, para bordo do Enola Gay durante a fatídica viagem e até mesmo para o interior da bomba, no momento em que ela explode.
Nas ruas de Hiroshima, testemunhamos a devastação. Cerca de 100.000 pessoas foram mortas de imediato e aqueles que conseguiram sobreviver - apesar da letal explosão de calor, da colossal onda de choque e dos efeitos invisíveis das radiações gamma - contam histórias de um pesadelo vivo.Usando imagens de arquivo, técnicas visuais de última geração e reconstituições ficcionais baseadas em acesso sem precedentes a protagonistas e testemunhas da tragédia, Hiroshima coloca o lançamento da bomba no seu contexto político e histórico e mostra toda a crueldade dos efeitos da terrível explosão nuclear.

Resto do Post

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

O Homem Decente - Biografia de Heinrich Himmler

Heinrich Himmler nasceu a 7 de Outubro de 1900 em Munique, Alemanha, numa família católica de classe média. Em 1919, um ano após o fim da Primeira Grande Guerra, iniciou os estudos em Ciências Agrícolas. Durante o tempo de estudante, foi membro activo de vários grupos de cariz nacionalista. Em 1923, juntou-se ao Partido Nazi e, dois anos mais tarde, às SS (organização paramilitar e policial do regime). Já em 1929, foi nomeado "Reichsfuhrer SS" (a patente mais alta da hierarquia). Nos anos seguintes, no decurso da Segunda Grande Guerra, desenvolveu as SS, tornando-se comandante militar. Seguindo ordens directas do próprio Hitler, implementou os campos de concentração, onde vários milhões de pessoas foram executadas. A partir de 1943, assumiu os cargos de Chefe da Polícia Alemã e Ministro do Interior, supervisionando a política interna e externa, assim como a Gestapo (polícia secreta do Estado). Pouco antes do final da guerra, ao perceber que esta estava perdida, tentou iniciar conversações de paz com os Aliados sem o conhecimento de Hitler. Ao ser descoberto, foi destituído de todas as suas funções, ficando com a cabeça a prémio. Tentou esconder-se, mas foi detido pelos Aliados. A 23 de Maio de 1945, enquanto prisioneiro do exército britânico, cometeu suicídio ao engolir uma cápsula de cianeto.
Através de cartas, fotografias e diários encontrados em casa dos Himmler, Vanessa Lapa realiza um documentário biográfico que acompanha a vida do homem que, depois de Hitler, mais poder teve durante o III Reich. "O Homem Decente" revela a forma como se via a si mesmo, nas diversas observações que fazia sobre a bondade de carácter, em total contradição com as atrocidades que diariamente cometia contra os seus semelhantes.
Resto do Post

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

THC - Caçando Hitler - Hunting Hitler Epis. 01 e 02

A História oficial reza que Adolf Hitler se suicidou em seu bunker em Berlim, em 1945, depois de saber que a Alemanha tinha perdido a Guerra. Seu corpo e o de Eva Braun foram queimados.
A série do History Channel “Hunting Hitler”contesta essa tese. Em oito episódios, acompanhamos um grupo que investiga a possibilidade de o líder nazista ter sobrevivido ao fim do conflito. Eles apostam que o ditador tenha fugido, a exemplo do que fizeram outras figuras sinistras do Terceiro Reich.
Tal teoria se baseia em documentos do FBI tornados públicos em 2014 pelo presidente Barack Obama. A papelada reúne anotações que apontariam para a suspeita de que ele teria tomado um navio para a Argentina e vivido na selva, numa região próxima ao Brasil. Um dos argumentos que sustentam a suposição é o de que, na época, não havia teste de DNA.
Os corpos carbonizados poderiam portanto ser de outras pessoas. Sem falar que na Berlim destruída e caótica daquele momento era perfeitamente possível empreender uma fuga nas sombras. Hitler teria escorregado, disfarçado, por uma rede subterrânea de túneis.
Episódio 01:
A equipe começa a investigação na pequena cidade agrícola de Charata, Argentina. Seguindo pistas incorporadas nos arquivos desclassificados a investigação revela uma escola que já foi parte do movimento juvenil nazista, bem como um proeminente nazista Carlos Buck, que viveu na área. Avançando as investigações eles também descobrem uma fenomenal instalação de armazenamento com características correspondentes a de um depósito militar. O FBI descobre os arquivos de Hitler sob uma misteriosa anomalia na propriedade de Carlos Buck.
Episódio 02
Na sequência da série um arquivo do FBI desclassificado que liga Charata as selvas de Misiones, Tim vasculha a localização de um composto nazista recentemente descoberto e autossuficiente na fronteira da Argentina, Brasil e Paraguai.
Lenny DePaul descobre em um banco de dados exclusivo de testemunhos oculares do círculo íntimo de Hitler e determina que, ao contrário da crença popular, não houve testemunhas oculares ou identificação positiva de suicídio do corpo de Hitler no bunker.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Guerreiros imperialistas da Rússia

Tim Whewell visita São Petersburgo e entrevista os nacionalistas e patriotas russos autodenominados que são voluntários para se juntar à luta no leste da Ucrânia. Ele se junta a um grupo de voluntários e com eles realizam treinamento militar, e viaja para a Ucrânia para ver como a força voluntária vai a luta e empregam suas táticas de guerra.
Resto do Post

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Action in the North Atlantic - Comboio Para o Leste

Em plena II Guerra Mundial, um petroleiro americano é afundado nas Caraíbas pelos alemães, e ali toda a tripulação jura vingar-se. O seu capitão e tripulação voltam a embarcar num navio integrado num comboio que se dirige para a Rússia, numa missão que irá ter muitos obstáculos.
Resto do Post

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Night Will Fall - A Noite Cairá

A 15 de Abril de 1945, as tropas britânicas libertaram o campo de concentração de Bergen-Belsen. Uma equipa de filmagens filmou as pilhas de cadáveres e os sobreviventes, provas irrefutáveis dos crimes cometidos pelo regime Nazi. O produtor Sidney Bernstein planeava usá-las num filme e convidou Alfred Hitchcock para o montar. Mas, depois do fim da Guerra, as forças de ocupação mudaram a sua política e em vez de confrontar a Alemanha com a culpa, preferiram instalar a confiança para tornar possível a reconstrução do pós-Guerra. E estas imagens de horror indizível foram confinadas aos arquivos. "A Noite Cairá" segue as pisadas deste filme inacabado conhecido como o "Hitchcock perdido".
Resto do Post

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

13 Minutos - 13 Minutes

1939. A Segunda Guerra Mundial é quase uma inevitabilidade. Como tantos outros compatriotas, o alemão Johann Georg Elser é contra os ideais nazis. Desde 1933 que se recusa a fazer a saudação a Hitler ou a ouvir os discursos transmitidos pela rádio. Crente do crescente poder do “führer” e indignado perante a perda de liberdade e pelos abusos cometidos pelo regime, Elser decide, numa acção individual, elaborar um plano para o assassinar. Escolheu o dia de aniversário da Putsch da Cervejaria, quando Hitler retornaria a Munique, e decidiu assassiná-lo durante o discurso de comemoração, com uma bomba. Assim, às 21h20 do dia 8 de Novembro de 1939, um dispositivo detonou, tal como planeado. Porém, Hitler tinha abandonado a sala 13 minutos antes. Como resultado da explosão oito pessoas morreram e 69 ficaram gravemente feridas. O plano de Elser falhou. Considerado traidor, foi feito prisioneiro, mas só executado a 9 de Abril de 1945, semanas antes do fim da guerra.
Com assinatura de Oliver Hirschbiegel (conhecido pela realização de “A Queda: Hitler e o Fim do Terceiro Reich”, que lhe valeu uma nomeação para o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2005), um filme dramático que adapta ao grande ecrã a trágica história de Johann Georg Elser, um homem cuja ousadia esteve quase a mudar o curso da História.
https://www.youtube.com/watch?v=giTXUETynaY
Resto do Post

sábado, 13 de fevereiro de 2016

Resistance - Resistência (Série Completa)

A minissérie, escrita por Dan Franck e dirigida por Miguel Courtois, inicia no ano de 1940 e encerra em 1944, com a libertação.
A história acompanha as atividades de um grupo da resistência francesa, que luta contra a ocupação de Paris pelos nazistas. Entre eles, Lili (Pauline Burlet), uma jovem de 17 anos que, revoltada com as injustiças da ocupação, se une ao grupo que tenta libertar a cidade.
Liderado pelo etnólogo Boris Vildé (Robert Plagnol), o grupo também é formado por Jeannot (Tom Hudson), Le Gosse (César Domboy) e os irmãos André (Jérémie Petrus) e Bernard Kirschen.
Uma das armas da resistência é a publicação clandestina de um jornal que denuncia as atrocidades do regime nazista. Mas logo eles percebem que existe um traidor no grupo que está passando informações sobre a resistência aos alemães.
Fanny Ardant, que substituiu Isabelle Adjani, interpreta uma Condessa torturada por Klaus Barbie, oficial da Gestapo conhecido como ‘o açougueiro de Lyon’.
No elenco também estão Richard Berry, Isabelle Nanty, Alain Doutey, Pascale Arbillot, Nicolas Koretzky, Valerie Karsenti e Stephan Debac. 
Alguns dos personagens são inspirados em pessoas reais.
Série Completa
Resto do Post

Cartoons Go to War - Os Desenhos Vão à Guerra

Cartoons Go to War - Os Desenhos Vão à Guerra analisa o uso dos desenhos animados pelos Estados Unidos durante a 2ª Guerra Mundial. As animações gráficas foram utilizadas tanto para treinamento e instrução de tropas, como para demonizar e ridicularizar o inimigo, ou ainda para "levantar o moral" em casa, tentando mobilizar a população através da propaganda.
Resto do Post

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Biography - Eva Braun

Eva Braun foi a amante e depois esposa de Adolf Hitler. Eva Braun e Hitler se mataram em 30 de Abril de 1945, um dia depois de seu casamento, única alternativa antes de cair nas mãos de tropas inimigas.
Eva Braun nasceu em 6 de Fevereiro de 1912, em Munique, Alemanha, e passou a trabalhar como assistente na loja de Heinrich Hoffman, que era fotógrafo de Adolf Hitler. Ela se tornou a amante de Hitler e iria sofrer emocionalmente durante o relacionamento, a tentativa de cometer suicídio duas vezes, sempre permanecendo firme a Hitler. À medida que as forças nazistas caiam no final da II Guerra Mundial, os dois casaram em 29 de abril de 1945. No dia seguinte, os dois cometeram suicídio.
Resto do Post

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Biography - Adolf Hitler

Adolf Hitler foi o líder da Alemanha Nazista de 1934 a 1945. Ele iniciou a Segunda Guerra Mundial e instaurou políticas fascistas que resultaram na morte de milhares de pessoas.
Nascido na Áustria, em 1889, Adolf Hitler ascendeu ao poder na política alemã como o líder do Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães, também conhecido como Partido Nazista. Hitler foi o chanceler da Alemanha de 1933 a 1945 e atuou como ditador de 1934 a 1945. Ele levou a Alemanha à Segunda Guerra Mundial e também provocou o Holocausto. Hitler se suicidou ao lado de sua mulher, Eva Braun, em 30 de abril de 1945, em seu bunker, em Berlim.

Primeiros anos

O ditador Adolf Hitler nasceu em Branau am Inn, na Áustria, em 20 de abril de 1889, e foi o quarto dos seis filhos de Alois Hitler e Klara Pozl. Quando tinha três anos de idade, a família se mudou para a Alemanha. Seu pai, com quem não tinha boa relação, não aprovava seu interesse em artes visuais, preferindo que ele seguisse a carreira na área de negócios. Além da arte, Hitler mostrou um interesse precoce pelo nacionalismo alemão, rejeitando a autoridade da Áustria-Hungria. Esse nacionalismo se tornaria a força motivadora da vida de Hitler.
Depois da morte de seu pai, ele largou a escola e se mudou para Viena, onde trabalhou como operário e pintor. Hitler tentou ingressar na Academia de Artes Visuais duas vezes, mas foi rejeitado. Sem dinheiro, se mudou para um abrigo. Posteriormente, Hitler lembraria esses anos como o tempo em que começou a cultivar seu antissemitismo.

Luta na Primeira Guerra

No início da Primeira Guerra Mundial, Hitler entrou para o exército alemão, mesmo sendo um cidadão austríaco. Embora tenha ficado muito tempo longe do front, ele esteve presente em inúmeras batalhas e foi ferido em Somme, motivo pelo qual foi condecorado por bravura, recebendo a Cruz de Ferro de primeira classe e a Medalha dos Feridos.
Hitler se tornou amargo com o fracasso da guerra e ficou muito abalado com a rendição da Alemanha em 1918. A experiência apenas reforçou seu patriotismo. Como muitos nacionalistas, ele acreditava que o exército alemão havia sido traído por líderes civis e marxistas e considerou o Tratado de Versalhes degradante, especialmente a cláusula que dizia que a Alemanha era a responsável pela guerra.
Após a Primeira Guerra, Hitler retornou a Munique e continuou a trabalhar para o exército como um oficial da inteligência. Enquanto monitorava o Partido dos Trabalhadores Alemães (DAP), passou a adotar muitas ideias antissemitas, nacionalistas e antimarxistas de Anton Drexler, fundador do DAP. Em 1919 entrou para o DAP a convite de Drexler.
Para aumentar o seu apelo, o DAP mudou seu nome para Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães (NSDAP). Hitler desenhou pessoalmente o símbolo do partido, que possuía uma suástica em um círculo branco com o fundo vermelho. Em seguida, ganhou notoriedade por seus discursos virulentos contra o Tratado de Versalhes, políticos rivais, marxistas e judeus. Em 1921, ele substituiu Drexler como presidente do NSDAP.
Os discursos de Hitler começaram a atrair espectadores regulares, e, em 8 de novembro de 1923, Hitler e o Sturmabteilung realizaram um encontro de 3 mil pessoas em uma grande cervejaria de Munique. Hitler anunciou que a revolução nacional havia começado e declarou a formação de um novo governo.  Depois de uma longa batalha, que incluiu 20 mortes, o golpe, conhecido como Putsch da Cervejaria, fracassou.
Hitler foi preso três dias depois e foi sentenciado por alta traição. Ele ficou um ano na prisão, quando ditou grande parte do primeiro volume de Mein Kampf (“Minha Luta”) para seu assessor, Rudolf Heiss. O livro trouxe à tona os planos de Hitler em transformar a sociedade alemã baseada na raça.

Ascensão ao Poder

A Grande Depressão na Alemanha serviu como uma oportunidade política para Hitler. Os alemães estavam descrentes em relação à república parlamentar e cada vez mais tendenciosos ao extremismo. Em 1932, Hitler se candidatou à presidência e, embora não tenha vencido, angariou mais de 35% dos votos. A eleição o estabeleceu como uma grande força na política Alemã, e Hindenburg, mesmo hesitante, o promoveu a chanceler.
Hitler utilizou sua posição para criar uma ditadura legal. O Decreto do Incêndio de Resichtag suspendia os direitos básicos e permitia a detenção sem julgamento. Hitler também arquitetou a passagem da Lei de Concessão de Plenos Poderes, que deu ao seu gabinete ministerial poderes legislativos absolutos por um período de quatro anos e permitiu também mudanças na constituição.
Tendo controle absoluto sobre as repartições legislativas e executivas do governo, Hitler e seus aliados políticos deram início a um extermínio sistemático da oposição remanescente. Em 14 de julho de 1933, o Partido Nazista de Hitler foi pronunciado como o único partido político legal da Alemanha. As demandas do SA por mais força política e militar desencadearam na Noite das Facas Longas, de 30 de junho a 2 de julho de 1934. Ernst Röhm e outros líderes da SA, junto com inúmeros inimigos políticos de Hitler, foram assassinados.
No dia anterior à morte de Hindenburg, em agosto de 1934, o gabinete aprovou uma lei que abolia os poderes do presidente e os unia aos do chanceler. Hitler tornou-se, então, o chefe do estado, assim como do governo. E como tal, passou a ser o comandante supremo das forças armadas e, ao mesmo tempo em que as mobilizava para a guerra, promoveu sua massiva expansão.
Um conceito principal do nazismo era o da higiene racial. Novas leis baniam casamentos entre judeus e não judeus alemães e privavam os “não arianos” dos benefícios da cidadania alemã. O Holocausto também foi movido pelos mesmos valores.
Entre 1939 e 1945, os Nazistas e seus colaboradores foram responsáveis pela morte de 11 a 14 milhões de pessoas, incluindo 6 milhões de judeus, o que representava dois terços da população semita da Europa. As mortes ocorreram em campos de concentração e extermínio e aconteciam em massa. Outros grupos perseguidos incluíam os poloneses, comunistas, homossexuais, testemunhas de Jeová, sindicalistas, entre outros. Hitler nunca teria visitado os campos de concentração e não falava publicamente sobre os assassinatos.

Segunda Guerra Mundial

Em 1938, Hitler, ao lado de outros líderes europeus, assinou o Tratado de Munique. Depois, invadiu a Polônia, e, em resposta, a Grã-Bretanha e a França declararam guerra à Alemanha. Hitler intensificou suas atividades em 1940, invadindo a Escandinávia, França, Luxemburgo, Países Baixos e Bélgica e ordenou ataques ao Reino Unido. A aliança formal da Alemanha com o Japão e a Itália, conhecida como Potências do Eixo, foi assinada para impedir que os EUA apoiassem e protegessem os britânicos.
Em 22 de junho de 1941, Hitler violou um pacto de não agressão com Joseph Stalin, enviando 3 milhões de soldados alemães à URSS. Em 7 de dezembro, o Japão atacou a base de Pearl Harbor, no Havaí, e a guerra passou a ser entre Hitler e a coalizão que incluía o maior império do mundo (Britânico), o maior poder financeiro do mundo (EUA) e o maior exército (URSS).
Contra isso, o exército de Hitler começou a se deteriorar, assim como a economia alemã e a saúde de Hitler. A Alemanha e o Eixo não conseguiam mais sustentar a guerra expansiva e agressiva de Hitler. No final de 1942, as forças alemãs fracassaram na tomada do Canal de Suez. O exército alemão também sofreu derrotas na Batalha de Stalingrado e na Batalha de Kursk. Em 6 de junho de 1944, os exércitos aliados chegaram ao norte da França. Como consequência, muitos oficiais alemães se deram conta de que a derrota era inevitável e que a teimosia de Hitler levaria à destruição do país.

Derrota na Guerra e morte

No início de 1945, Hitler percebeu que a Alemanha iria perder a guerra. Os soviéticos haviam recuado o exército alemão e os Aliados avançavam em direção à Alemanha. Em 29 de abril, Hitler se casou com sua namorada, Eva Braun, em uma pequena cerimônia civil no seu bunker, em Berlim. Logo em seguida, foi informado do assassinato do ditador italiano Benito Mussolini e, com medo de terminar nas mãos das tropas inimigas, se suicidou ao lado de Braun, um dia depois de seu casamento. Seus corpos foram carregados para um jardim próximo à Chancelaria do Reich e queimados. Berlim ruiu em 2 de maio de 1945. Cinco dias depois, a Alemanha se rendeu incondicionalmente aos Aliados.
O programa político de Hitler despertou uma guerra mundial, deixando as regiões centrais e leste da Europa devastadas e empobrecidas. Suas políticas causaram o sofrimento humano em uma escala sem precedentes, resultando na morte de aproximadamente 40 milhões de pessoas, incluindo 27 milhões na União Soviética. A derrota de Hitler marcou o fim do fascismo.
Resto do Post

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Biography - Oskar Schindler

A incrível história do nazista e aproveitador de guerra que finalmente salvou 1.300 judeus da morte. Inclui entrevistas com muitos sobreviventes "A Lista de Schindler".
Membro do partido nazista, ele dirigiu uma fábrica de esmalte na Cracóvia durante a ocupação alemã da Polónia, empregando trabalhadores do gueto judeu nas proximidades. Quando o gueto foi exterminado, ele convenceu oficiais nazistas para permitir a transferência de seus trabalhadores para o campo de trabalho de Plaszow, salvando-os assim da deportação para os campos de extermínio. Em 1944, todos os judeus em Plaszow foram enviados para Auschwitz, mas Schindler, com grande risco para si mesmo, subornado funcionários para que permitissem manter seus trabalhadores e estabelecer uma fábrica em um local mais seguro na Tchecoslováquia ocupada. Ao final da guerra, ele estava sem dinheiro, mas ele salvou 1.300 judeus.
Resto do Post

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Biography - Pedro O Grande

Nascido em Moscou, Rússia, em 09 de junho de 1672, Pedro, o Grande, era o czar da Rússia no final do século 17, ficou conhecido por suas extensas reformas em uma tentativa de estabelecer a Rússia como uma grande nação. Criou uma forte marinha, reorganizar o seu exército de acordo com os padrões ocidentais, escolas secularizadas, estabeleceu maior controle sobre a Igreja Ortodoxa reacionária, e introduziu novas divisões administrativas e territoriais do país.
Pedro era focado no desenvolvimento da ciência e recrutou vários especialistas para educar o seu povo sobre os avanços tecnológicos. Ele se concentrou no desenvolvimento do comércio e indústria e valorizou a criação de uma população burguesa. Se espelhava na cultura ocidental, modernizou o alfabeto russo, introduziu o calendário juliano, e estabeleceu o primeiro jornal russo.
Pedro era um diplomata perspicaz e hábil que aboliu a forma arcaica da Rússia no governo e nomeou um Senado viável, que regulava todos os ramos da administração, inovou nas realizações da política externa da Rússia.
Resto do Post

Le Silence de la Mer - O Silêncio do Mar

Com a tomada da Alemanha sobre a França, tio e sobrinha são obrigados à hospedar um oficial alemão em sua residência. Como saída ao desconforto da presença de um estranho em seu lar, passam a ignorá-lo. Não intimidado pelo silêncio de ambos, o oficial frequenta a sala todas as noites com o pretexto de aquecer-se. Fala sobre seu amor à França e à arte, e acredita de forma inocente nos ideais nazistas. A inocência se desfaz para o oficial, quando toma consciência da realidade crua da guerra que defendia.
Resto do Post

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

THC - Patton 360 - Epis. 08 - General Obcecado

Diante de um exército alemão bem entrincheirado, Patton corre contra seus aliados britânicos para reivindicar a cidade vital de Messina. Mas em vez de uma recepção de herói, o general é demitido de seu comando por dar um tapa na cara de dois soldados.
Frustrado com a lentidão dos aliados britânicos, Patton ignora as ordens para permanecer ao seu lado e segue em direção a Palermo, rendendo a capital siciliana em 22 de julho.
Resto do Post

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Breaker Morant

Durante a Guerra dos Bôers (os nativos sul-africanos de origem holandesa), três jovens tenentes australianos são levados à corte marcial por terem supostamente executado prisioneiros de guerra. O julgamento, no entanto, serve apenas para desviar as atenções pelos crimes que na verdade foram cometidos pelos oficiais superiores dos rapazes. 
O filme conta a realidade de uma guerra australiana onde três tenentes, que se juntaram ao exército britânico, são acusados injustamente de um crime. O julgamento vai apresentar um belo debate, levantando o tema da ética na guerra.

Resto do Post

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails